A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou, na madrugada da última quinta-feira, a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 287/2016, de autoria do Poder Executivo, que trata da Reforma da Previdência. A proposta prevê como critérios para aposentadoria idade mínima de 65 anos e pelo menos 25 anos de contribuição. As regras valerão tanto para homens quanto para mulheres. O texto prevê, no entanto, regra de transição para homens que tiverem mais de 50 anos e mulheres com mais de 45 anos quando da promulgação da emenda. Além disso, a PEC já prevê o reajuste automático da idade mínima conforme a expectativa de vida do brasileiro aumentar, ampliando em 1 ano a idade para aposentadoria quando a sobrevida subir também em 1 ano. O texto também desvincula o valor do benefício ao do salário mínimo vigente e prevê reajuste anual conforme a inflação. A PEC será analisada por Comissão Especial, a ser instalada na Câmara para análise da matéria.