A Primeira Turma da Câmara Superior de Recursos Fiscais (“CSRF”) do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (“CARF”), por maioria de votos, vencida a Relatora, manteve aplicação de multa de ofício agravada (112,5% ao invés de 75%) ao imposto de renda lançado por meio de arbitramento dos lucros com base em créditos bancários por falta de atendimento a intimações. O entendimento foi objeto do acórdão n. 9101-00.585.