No dia 06 de novembro de 2014, o Banco Central do Brasil publicou a Circular 3.727/14, trazendo alterações nas informações que devem ser exigidas pelas instituições de pagamento para a abertura de contas de pagamento e nos procedimentos de verificação desses dados.

Uma das alterações diz respeito ao limite mensal de recursos que podem ser movimentados em contas de pagamento pré-pagas, que foi aumentado de R$1.500,00 para R$5.000,00, admitindo nesses casos a realização do procedimento de identificação simplificado de usuários. Foram alteradas também as informações obrigatórias que devem ser exigidas pelas instituições de pagamento para a abertura de contas de pagamento pós-pagas e de contas de pagamento pré-pagas, sem a referida limitação de valor, dispensando informações como nacionalidade, local de nascimento, endereço comercial e número do documento de identidade.  

As instituições de pagamento também passam a poder consultar bancos de dados públicos ou privados para confirmação de informações e deverão estender a atuação de seus sistemas de gerenciamento de risco e medidas de mitigação, atualmente voltados à prevenção da lavagem de dinheiro, para o combate ao financiamento ao terrorismo.