Medida Provisória nº 651, de 10 de julho de 2014 - Alterações no Parcelamento Especial reaberto pela Lei nº 12.996/2014 e Condições para Utilização de Créditos Decorrentes de Prejuízo Fiscal e Base de Cálculo Negativa da CSLL para Liquidação de Saldos de

Foi publicada no dia 10 de julho de 2014 a Medida Provisória nº 651 (?MP 651?) que dispõe, dentre outros assuntos, sobre (i) as alterações nas regras do Parcelamento Especial instituído pela Lei nº 12.996, de 20 de junho de 2014 (Memorando divulgado no dia 23 de junho de 2014) e (ii) a possibilidade de liquidação de saldo de parcelamento com a utilização de créditos de prejuízo fiscal e de base de cálculo negativa da CSLL.

(i) Artigo 34 - Alterações ao Parcelamento Especial 

Para ilustrar de forma objetiva as alterações trazidas ao Parcelamento Especial, segue um quadro resumo:

Click here to view image.

(ii) Artigo 33 - Liquidação de Parcelamentos - Prejuízo Fiscal e Base Negativa da CSLL

Em termos gerais, a nova MP confere aos contribuintes a oportunidade de quitar integralmente saldo remanescente de parcelamento perante a SRFB ou a PGFN, com a utilização de créditos próprios de prejuízo fiscal e de base de cálculo negativa da CSLL, apurados até 31 de dezembro de 2013 e declarados até 30 de junho de 2014, por meio de requerimento a ser apresentado até 30 de novembro de 2014.

Os créditos poderão ser utilizados entre empresas controladora e controlada, de forma direta, ou entre empresas que sejam controladas diretamente por uma mesma empresa, em 31 de dezembro de 2011, domiciliadas no Brasil, desde que se mantenham nesta condição até a data da opção pela quitação antecipada.