O senador Armando Monteiro (PTB-PE) apresentou ao Plenário do Senado, no último dia 20, seu parecer com substitutivo ao PLS nº 206/2017, que altera as regras do sistema eleitoral brasileiro. De acordo com o texto apresentado, a propaganda partidária veiculada no rádio e na TV nos anos sem eleições deixaria de existir, e a verba a ela destinada seria encaminhada ao fundo partidário, bem como metade do valor das emendas impositivas apresentadas ao orçamento geral da União nos anos eleitorais.

Além disso, o senador também propõe limites para gastos nas campanhas. Em regra, a ideia é limitar o gasto a uma porcentagem do valor despendido nas eleições anteriores. A discussão, que foi suspensa, deve ser retomada nesta terça-feira. Para que as mudanças sejam aplicadas nas eleições do ano que vem, o texto deve ser aprovado em ambas as Casas até o dia 8 de outubro.