A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviço (CDEICS) da Câmara aprovou, na última terça-feira, o PL nº 7.609/2017, originário do Senado Federal, de autoria do senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), que altera a Lei das Sociedades por Ações, ampliando de R$ 1 milhão para R$ 10 milhões o valor máximo admitido de patrimônio líquido para que a sociedade anônima de capital fechado se enquadre no regime simplificado de publicidade de atos societários. O PL, aprovado nos termos do parecer do relator na CDEICS, deputado Walter Ihoshi (PSD-SP), ainda deverá ser submetido às Comissões de Finanças e Tributação (CFT) e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara.