A ANTAQ publicou, no último dia 26 de outubro, os editais de licitação dos primeiros arrendamentos portuários previstos na segunda fase do Programa de Investimento em Logística (PIL 2). O leilão do primeiro lote está marcado para dia 9 de dezembro de 2015. Este primeiro lote contempla o arrendamento de áreas e infraestruturas públicas para a movimentação e armazenagem de granéis sólidos vegetais nos portos de Vila do Conde, no Pará, e em Santos, São Paulo; e de papel, celulose e carga geral, no porto de Santos.

A Sessão Pública do Leilão será realizada na sede da BM&FBOVESPA e as empresas vencedoras terão direito a explorar os terminais por 25 anos, mediante pagamento de outorga. Para acesso aos editais de licitação dos arrendamentos, clique no link ao lado (http://www.antaq.gov.br/Portal/PIL1_2015/index.html#Documento).

Os investimentos estimados nas quatro áreas a serem arrendadas são de R$ 1,1 bilhão. Em Santos, o investimento previsto soma cerca de R$ 640 milhões, sendo R$ 297 milhões no terminal de Ponta da Praia (granéis sólidos vegetais), R$ 200 milhões em Paquetá (celulose) e R$ 144 milhões em Macuco (celulose). Também voltado a movimentação de granéis sólidos vegetais, o terminal do Porto de Vila do Conde tem investimento estimado em R$ 501 milhões. 

A etapa de concessões portuárias do PIL 2 prevê um total de R$ 37,4 bilhões em investimentos e inclui 50 novos arrendamentos (R$ 11,9 bilhões), 63 novas autorizações para TUPs (R$ 14,7 bilhões) e renovações antecipadas de arrendamentos (R$ 10,8 bilhões).