Na quinta-feira, o Plenário da Câmara dos Deputados também aprovou o Acordo de Ampliação Econômico Comercial celebrado entre Brasil e Peru em 29 de abril de 2016. De acordo com as justificativas do texto do Acordo, as normas previstas conferem maior previsibilidade e segurança jurídica a empresas e a investidores brasileiros no Peru e a peruanos no Brasil, além de favorecem maior integração, melhor circulação de bens e pessoas, bem como um melhor aproveitamento do potencial econômico-comercial bilateral. O texto ainda define um marco normativo para a participação de empresas em processos licitatórios estatais em ambos os países e, de acordo com a Mesa Diretora da Câmara, é o primeiro compromisso internacional assinado pelo Brasil envolvendo cláusulas de contratação pública. A matéria agora deverá ser submetida à análise do Senado Federal.