A Comissão de Meio Ambiente (CMA) do Senado Federal aprovou, na última terça-feira, o relatório do senador Roberto Rocha (PSB-MA) ao PLS nº 107/2017 , para permitir que as chamadas usinas híbridas com fontes renováveis, que utilizam mais de uma fonte de energia, sejam inseridas no rol das usinas que podem fazer parte de leilões de energia elétrica no Ambiente de Contratação Regulada (ACR).

O projeto foi proposto como forma de o Brasil cumprir com as metas estabelecidas no Acordo de Paris, cujo objetivo é a adoção de medidas para manter o aumento da temperatura média global a menos de 2 graus Celsius acima dos níveis anteriores à Revolução Industrial.

O PLS será analisado em caráter terminativo pela Comissão de Serviços de Infraestrutura. Se for aprovado, será enviado à Câmara dos Deputados.